Políticos portugueses não percebem nada do Facebook

Se as redes sociais fossem uma licenciatura, os políticos americanos já estavam na pós-graduação. Os políticos portugueses ainda vão no pré-escolar. Análise de uma Social Media Manager.


Assim começa o artigo que a jornalista Ana Margarida de Carvalho preparou para a revista Visão.

A forma como grande parte dos políticos portugueses olham e lidam com esta poderosa ferramenta de comunicação, as Redes Sociais, sempre me interessou imenso.


Da nossa conversa nasceu esta entrevista que aqui partilho convosco.


Foi a CNN que colocou a questão: "Is Trump the Social media president"?


Manuela Ferrer, Social Media Manager, lembra que tal como JFK foi o primeiro presidente televisivo, Obama foi o presidente pioneiro da Internet e interroga-se: "Estará o mundo preparado para conhecer o primeiro candidato eleito pelas redes sociais?"


Segundo Manuela, Trump iniciou a corrida com 5 milhões de seguidores no twitter, "deixando uma classe política inteira meio perdida na velocidade alucinante de quem domina a comunicação das redes sociais".E recorda a afirmação de Scott Adams, criador do cartoon Dilbert: "Durante muitos anos, estudei técnicas de persuasão e quando vi Donald Trump, pensei 'Meu Deus, ele não é apenas um palhaço! Tudo o que ele faz, inclusive a sua total ignorância dos factos, é a perfeita persuasão'.


Trump começou, efectivamente, a corrida utilizando as melhores práticas da redes sociais: criando engajamento e relacionamento com as pessoas".


Para Manuela Ferrer, as primárias da corrida à presidência americana, marcam uma mudança de paradigma da comunicação em campanha eleitoral. "Trump escreveu e ditou as regras: e o non sense e os temas bombásticos refletem claramente o aumento da sua popularidade".


O resto da entrevista pode ser lido aqui!



Manuela Ferrer em entrevista à Visão

7 visualizações

SOCIAL MEDIA MARKETING LISBOA

UMA PÁGINA DE MANUELA FERRER 

NEWSLETTER 

© 2015 BY MANUELA FERRER