“Mãããe, eu estou no Facebook, no Instagram, no Twitter e agora?!?“

Comunicar nas redes sociais, porquê?

Para aproximar as marcas das pessoas;

Para divulgar produtos, serviços e ideias;

Para desenvolvermos um sentido de pertença. As característica gregárias do ser humano e a sua necessidade de pertencer a um grupo fazem-se sentir também no mundo tecnológico e das redes sociais. Para sentir, auscultar as necessidades, desejos e vontades do consumidor.


Comunicar nas redes sociais, como?

Mãããe, eu estou no Facebook, no Instagram, no Twitter e agora?!?

Para que não percamos o controlo, saibamos o que estamos a fazer e onde queremos chegar, é importante ...


Definir um objetivo: O que é que eu pretendo alcançar com a comunicação nas redes sociais? Notoriedade? Seguidores? Opinion Leaders? Vender um produto?


Desenhar um plano: Como é que vai ser a minha presença? De que forma vou comunicar? Que linguagem se adapta ao meu produto, serviço, a mim? É muito importante que nos mantenhamos fieis à nossa própria imagem.

Imaginemos que o nosso desafio é promover um novo espaço, um novo restaurante na nossa cidade. Qual será o nosso plano, a nossa estratégia? O espaço é novo ou foi remodelado? Vamos envolver os nossos clientes e desafiá-los a serem parte integrante do projeto? Vamos trabalhar para que os nossos clientes possam facilmente promover o nosso espaço?


Pensar uma estratégia: Quantas publicações em quantas redes sociais? E qual a periodicidade das publicações?


Analisar o consumidor e o seu comportamento: Que dados temos para analisarmos o nosso consumidor e a forma como ele se comporta dentro e fora das Redes Sociais?

Quem é então o nosso público alvo? De que forma podemos comunicar com ele, utilizando as redes sociais? O que é que o nosso público valoriza? Do que é que gosta? Que tendências segue e como se comporta? Quando formos capazes de responder a estas perguntas seremos também capazes construir um bom plano comunicacional para estarmos presentes nos Social Media.

De acordo com Peter Blackshaw, o «"Consumer Journey" is the new heart and soul of marketing». Quando formos capazes de entender mais sobre consumer journey, i.e. de que forma é que o consumidor faz a viagem que o levará à fase da fidelização, conseguiremos comunicar de forma muito mais eficiente.

No mundo dos millennials, da geração Y, o consumidor cresceu, ganhando consciência do seu "poder"e alterando a sua relação com o mercado. O nosso trabalho, de Social Media Managers, é agora muito mais desafiante. A maturação do consumidor, tornou-o mais exigente, tendo agora o poder da palavra, da partilha e da opinião. A possibilidade de ter em cada cliente umopinion leader, altera o paradigma do mercado tradicional.


Pensar o Marketing Relacional: O Marketing Relacional é uma nova forma de nos relacionarmos com os mercados. Muito mais importante do que gerir competência e processos é gerir relacionamentos. Aqui encontramos todo o encanto e poder das redes sociais e todo o trabalho de um social media manager: produzir conteúdos, estar presente, ouvir e comunicar com as pessoas.

Aproximar as marcas, as pessoas e/ou derrubar quaisquer constrangimentos. Criar atividades, eventos e momentos em que todos são convidados a participar, porque o cliente passou a ser o centro da organização, da marca e as atividades passaram a ser estruturadas de acordo com as suas necessidades e expectativas.

Tudo isto constitui um fantástico desafio que requer muita organização e planificação.

Com a chegada das Redes Sociais, as marcas tornaram-se mais vulneráveis, razão pela qual se reafirma a importância de um plano e de uma estratégia para estar presente nas mesmas. É fundamental que as marcas escutem e comuniquem. O Marketing Relacional visa assim, garantir a lealdade e a fidelização do consumidor.


Fidelizar o consumidor: A fidelização de um cliente é mais económica do que a captação de um novo. Os clientes não querem perder tempo, querem ofertas personalizadas e dirigidas a eles próprios, sendo por isso importante um esforço na sua segmentação de forma a garantir a eficácia da mensagem.

Partilhando conteúdo pertinente e interessante;

Mantendo uma presença constante nas redes sociais;

Ouvindo e comunicando com os nossos amigos, fãs, seguidores;

Desenvolvendo uma estratégia consistente de publicações para fidelizar os clientes;

Adequando o conteúdo a cada rede social;

Planeando e gerindo as publicações: data, dia, hora e número;

Interagindo! Porque as Redes Sociais não são um monólogo!



Comunicar nas Redes Sociais, porquê?


0 visualização

SOCIAL MEDIA MARKETING LISBOA

UMA PÁGINA DE MANUELA FERRER 

NEWSLETTER 

© 2015 BY MANUELA FERRER