Looking for Adam

Artigo escrito e partilhado no Pulse | Linkedin.


As redes sociais chegaram e mudaram o paradigma da comunicação. Aproximaram o mundo, as pessoas, as ideias e até os sonhos.


Podemos utilizá-las para mover consciências, falar de livros, para partilhar viagens, para fugir à solidão, para trabalhar, para nos mantermos em contacto com a família e para fazer do mundo um lugar melhor também.


Post, Like, Share, Comment : O dia-a-dia de um Social Media Manager

O facto de trabalhar em Social Media, produzindo conteúdos para áreas tão diferentes como a consultoria, a música, o ensino, as crianças, as famílias, ou o turismo, faz com que esteja atenta e que todos os dias tenha acesso a muitos filmes, muitas fotografias e muitos textos. Alguns conteúdos fazem-me sorrir, outros pensar, outros fazer planos, outros custam tanto que às vezes desisto de os ver. Vejo, como todos nós, publicações maravilhosas e outras que não gosto mesmo nada. E o dia-a-dia de um Social Media Manager é feito não só de horas a produzir textos, imagens e ideias mas também a analisar, a estudar e a aprender sempre. Porque todos os dias há muitas novidades.



As redes sociais trazem-nos o nosso mundo, na palma das mãos e aquilo que estamos a viver. Não temos como fugir às imagens da guerra que assola o nosso planeta e dos efeitos devastadores na vida de crianças, de mulheres e de homens. Surgem felizmente os movimentos de apoio e de solidariedade para com as vítimas e lá nos juntamos nós tentando fazer com que a nossa voz ecoe junto de quem tem o poder das armas. Porque o poder da imagem e da palavra está no nosso lado. Mas nem sempre nos lembramos ou temos a certeza disso.


As Redes Sociais trazem-nos também novas lutas sociais, políticas e humanas que se iniciam e crescem, porque elas rompem constrangimentos geográficos, etários, sociais e políticos. Luta-se por um planeta mais saudável, mais limpo e mais verdes em todos os quatro cantos do mundo. Apela-se à solidariedade e ao humanismo em várias línguas e muitas cores.


Formam-se redes de solidariedade onde todos somos heróis e protagonistas.


Uma surpresa que não me cansarei de partilhar! Mas eu adoro ser surpreendida. Às vezes pela forma como uma imagem nos conta uma estória, outras vezes pela forma como uma música nos toca os sentidos. Precisamos todos de ser surpreendidos positivamente, e se esta semana me chegou aos olhos e ao coração o insultuoso e infame movimento do Roosh Valizadeh, chega-me também o maravilhoso vídeo do Alex e da sua mãe Eva. Não é uma produção cor de rosa e de estilo "fotonovela".Tem muitos e variados ingredientes de sucesso: Tem humor, tem dinâmica, tem música, tem cor, tem pessoas de verdade, tem o Alex, a família do Alex e tem também a sua mãe, tem ternura, e faz-nos sorrir!


É por isto que eu adoro as redes sociais. Porque aproximam mundos, pessoas, ideias e sonhos! Espero que se divirtam a ver Looking for Adam!

0 visualização

SOCIAL MEDIA MARKETING LISBOA

UMA PÁGINA DE MANUELA FERRER 

NEWSLETTER 

© 2015 BY MANUELA FERRER