5 skills para a sobrevivência de um Hostel Worker

O “boom” de Hostels em Lisboa fez aumentar a procura de Hostels Workers e a necessidade de selecionar o candidato ideal mantém-se. Haverá mesmo candidatos ideais, ou aquilo que é necessário é que se encontre paixão, motivação e entusiasmo na função? Mas afinal, o que é um Hostel Worker? É muito mais do que um conjunto de tarefas rotineiras, é também a possibilidade de conhecer jovens, viajantes, turistas, pessoas de todos os cantos do mundo e com elas partilhar um pouco da nossa cultura, partilhar experiências, conhecer, sonhar e ser hospitaleiro. É aqui que os portugueses se têm mostrado extraordinários! A nossa hospitalidade ganhou nome em todo o mundo.


As 5 skills para a sobrevivência de um Hostel Worker


Extrovertido : é necessário ter atrevimento para falar e conversar com pessoas que não conhecemos, mesmo que o assunto seja completamente absurdo. Receber os nossos hóspedes como se recebe um amigo na nossa própria casa. É necessário ter a capacidade de os abordar e de os chamar para as atividades que estão a decorrer no Hostel ou na cidade.

Juntemos a isto uma pitada de entusiasmo e encontramos o nosso Hostel Worker.


5 skills para a sobrevivência de um Hostel Worker


Gentil: o segredo não reside na oferta de bens materiais porque não é isso que o nosso hóspede valoriza mas sim ser capaz de dispensar algo mais importante... Tempo! Ser capaz de “oferecer” tempo a explicar e a contar tudo sobre a nossa cidade, em dar as indicações certas, em ter a certeza que o nosso hóspede percebe tudo o que é necessário para se sentir confortável e bem vindo! Ajudar! A importância de ajudar o nosso hóspede sempre que for necessário, i.e. quando ele se sente mal disposto, em stress, quando perdeu alguma coisa, etc.

Posso ajudar? Quer que ligue para alguém?


5 skills para a sobrevivência de um Hostel Worker


Tolerante: um Hostel Worker lida habitualmente com pessoas descontraídas, simpáticas, divertidas... Mas as exceções acontecem! Às vezes os nossos hóspedes são pessoas complicadas, que trazem todo o “peso do mundo às costas”. É nestes momentos, que o Super e Fantástico Hostel Worker entra em ação! Arquiva-se a frustração numa gaveta – afinal o nosso hóspede não é tão fofinho como nós desejaríamos que fosse – e veste-se o sorriso mais tolerante e seguro! Os especialistas afirmam que o sorriso é contagioso. Vamo-nos valer disso!

We all smile in the same language!


5 skills para a sobrevivência de um Hostel Worker


Organizado: porque trabalhar num Hostel significa ser multitasker, a organização representa a sobrevivência de um Hostel Worker. Ninguém consegue ser eficiente sem antes ser organizado. Manter o local de trabalho organizado sabendo, mesmo de olhos fechados, onde está todo o material de que possa vir a precisar, saber por que ordem deverá realizar as várias tarefas de modo a que todo o processo faça sentido e seja feito no menor espaço de tempo, sem erros.


5 skills para a sobrevivência de um Hostel Worker


Criativo: pode um Hostel Worker ser criativo? Claro que sim! É fantástico ter-se a possibilidade de se ser criativo na resolução de problemas. Problemas?! Quais problemas? O nosso hóspede não vai sentir nada disto. Nem pensar! Numa situação de stress é importante agir com normalidade, brincar um pouco com a situação para desanuviar o ambiente e ter capacidade de ser criativo na procura da solução para esse mesmo problema. Se o problema for resolvido definitivamente (sem esquecer a eficiência), vale tudo! Há um ponto que considero ser importante tanto para um Hostel Worker como para qualquer outro profissional: a capacidade de saber trabalhar em equipa, de fomentar uma boa relação com os restantes colegas e as chefias.

Afinal de contas, torna-se muito mais fácil trabalhar com pessoas que respeitamos!



5 skills para a sobrevivência de um Hostel Worker

#Hostel #HostelLife #HostelWorker

0 visualização

SOCIAL MEDIA MARKETING LISBOA

UMA PÁGINA DE MANUELA FERRER 

NEWSLETTER 

© 2015 BY MANUELA FERRER